18 a 20 de outubro

Vem aí a segunda edição do festival mais esperado do ano!

História e Cultura

História e Cultura

Entre os dias 18 a 20 de outubro, a segunda edição do Festival de Origens reunirá produtos tipicamente baianos conhecidos como os 4 C da Bahia: cachaça, café, charuto e chocolate. Nas históricas cidades de Cachoeira e São Félix, situadas no Recôncavo da Bahia, os participantes terão a oportunidade de conhecer a cultura, história e cadeia produtiva do tabaco, além de aprender suas melhores harmonizações.

O Festival Origens

Palco de uma história centenária, o Recôncavo da Bahia é também berço do plantio de tabaco no Brasil. Nesse solo rico em cultura e em características físicas, que torna o Charuto Baiano diferente dos demais em qualidade, será celebrado o Festival Origens 2018. Com mais de 450 anos de tradição, o território cuida desde o plantio da semente até o charuto acabado, que é comercializado para várias partes do mundo. A primeira edição do evento foi realizada no final do ano 2017 e recebeu apreciadores de charutos vindos de diferentes estados do país.

 

O festival reunirá outros produtos, tipicamente de origem baiana, que harmonizam com o charuto: chocolate, café e cachaça; conhecidos como os 4 C da Bahia. O principal combustível do encontro é valorizar a história e produção desses símbolos locais. Serão três dias de programação repleta de atividades, que proporcionarão aos visitantes uma viagem na história do tabaco.

 

O charuto produzido em terras baianas detém características únicas, que garantem qualidade para competir com os demais charutos presentes no mercado mundial. Essa qualidade é conquistada por conta de diferentes aspectos peculiares do Recôncavo, em relação ao solo, clima, cultura e história. A união desses elementos aliada à expertise do saber-fazer, são ingredientes para a receita do sucesso.

 

Voltado para os apreciadores de charuto de todo Brasil, o festival oferecerá workshops de harmonização com demais produtos, manifestações culturais, além de visitas às tradicionais fábricas do setor na região. Os visitantes conhecerão a cadeia produtiva do tabaco, que apesar de estar concentrada nos municípios de São Félix e Cachoeira, envolvem 23 municípios vizinhos.


Convidados

Félix Menendez

Félix Menendez é um dos convidados do festival e estará no coquetel de boas vindas do evento para conversar com os participantes. Félix é diretor da fábrica de charutos Menendez Amerino, que fica sediada em São Gonçalo dos Campos, no Recôncavo da Bahia. Félix é cubano, mas é uma das figuras mais conhecidas do setor no Brasil. Seu contato com o tabaco começou quando ainda era muito jovem e seu pai comandava um fábrica de charutos em Havana, em Cuba. Dando continuidade aos negócios da família, ele conheceu o fumo baiano em 1961 e passou a utilizar na fabricação de seus charutos. Foi só em 1977, que em parceria com o amigo Mario Amerino Portugal que inaugurou a fábrica brasileira Menendez Amerino.

Edições

Blog

Parceiros

Realização e Apoio